Impresso de http://camaradeestancia.com.br/Noticia/Details/394. Em 27/06/2017 17:46:34

Notícias

18 de abril de 2017 às 23:28:33

Dionísio Neto recorre ao MP para defender patrimônio histórico de Estância

Na mesma sessão Dionísio também aprovou requerimento que convida um representante da associação de mototaxi a comparecer na CVE...


Dionísio Neto recorre ao MP  para defender patrimônio histórico de Estância

O vereador Dionísio Neto (REDE), na sessão ordinária desta terça-feira (18), evidenciou aos Pares da Corte de Leis que é autor de ofício encaminhado ao promotor de Justiça Francisco José de Oliveira Góes. Por meio do referido expediente pede que sejam tomadas providências urgentes no sentido de evitar o possível desaparecimento da fachada do prédio histórico onde por muitos anos funcionou a Câmara Municipal, situado à Rua Capitão Salomão.
No escopo da comunicação escrita, o edil alerta para o risco oferecido à população, como também ao patrimônio histórico arquitetônico de Estância que pode perder o que ainda resta (fachada), por se tratar de imóvel antigo, tombado pelo Governo do Estado, o qual já não existe mais a planta interior, restando a fachada que exibe o prenúncio de desabamento. "Trata-se do prédio que abrigou por muitos anos a Câmara Municipal de Estância, do qual resta apenas a fachada, que vem apresentando sinais de abandono, situação que merece a atenção do MP. Sabe-se que o citado imóvel é de propriedade da Empresa Guanabara. Nós sugerimos que o MP possa solicitar aos proprietários que dêem continuidade as obras que foram interrompidas para que não se perca o que restou", externou o parlamentar. "Se existe uma preocupação em meu coração durante esse meu mandato é com esse patrimônio, riquíssimo, histórico, que Estância possui e que está infelizmente desabando aos nossos olhos. No futuro ninguém virá a Estância visitar shopping center, mas virá conhecer o nosso passado, o nosso patrimônio, nossa arquitetura histórica, nosso turismo", completou. Mototaxistas O vereador Dionísio Neto, na mesma sessão, aprovou também o requerimento nº 50/2017 que solicita a presença de um dos representantes da associação dos mototaxistas de Estância a uma das sessões para viabilizar a discussão sobre as reivindicações defendidas pela categoria, em especial, as taxas cobradas para exercício da atividade. Ascom CVE Genílson Máximo

Impresso de http://camaradeestancia.com.br/Noticia/Details/394. Em 27/06/2017 17:46:34